Turbinando seu perfil no LinkedIn #6: Dando poder ao seu Resumo

Agora que você já iniciou suas reflexões sobre seu Resumo, com ajuda de um dos artigos mais vistos desse blog Turbinando seu perfil no LinkedIn #5: Aperto de mão virtual (Seu resumo), precisamos dar poder a ele.

Insistindo na reflexão-chave

Quando você quer saber mais sobre uma empresa, você busca por ela no google, entra em seu site oficial e nele procura as informações que você quer, tais como: seus produtos, as indicações de seus produtos, seu endereço, sua história, seus clientes (referências), entre outros.

#QuemévocêO mesmo acontece quando alguém quer saber mais sobre você! Buscam seu nome no Google e encontram seu perfil no LinkedIn, ou procuram direto no LinkedIn. Elas buscam informações tais como: seus produtos (o que você oferece de formação, habilidades e capacidades); sua história (seus histórico profissional); seus clientes (quem pode dar referências sobre você, através de suas conexões e/ou recomendações), enfim, temos que nos enxergar como empresas, pois estamos vendendo algo sobre nós mesmos: nossa reputação, nossas habilidades, nossos conhecimentos, nosso networking, enfim.

A questão é que vendemos coisas intangíveis sobre nós – posso dizer que vendemos serviços – e, portanto, precisamos comunicar isso de forma eficiente.


Um novo conceito para quem se interessar – Caso não se interesse, vá para o final.

De acordo com William Arruda, americano especialista em construção de marca pessoal, escritor da Forbes, seu perfil no LinkedIn é sua biografia 3D, ou seja, ele engloba sua carreira, sua vida pessoal e seu mundo.

A novidade está nos quesitos vida pessoal e mundo. Ele explica que as mídias sociais, diferente do currículo, quebram a barreira entre vida pessoal e profissional no momento em que mostra quem você realmente é e não apenas seu passado de credenciais e experiências, escritas por você.

Dentro do mundo virtual existe o fenômeno da interação, além da ampla exposição (e a possibilidade de contestação espontânea de suas informações). É essa interação que fala mais sobre seu mundo. Sua vida pessoal também diz sobre você e estará disponível on-line, queira você ou não. Por exemplo, quando você se inscreve para uma corrida de rua, essa inscrição aparecerá no Google ligada a seu nome. Se sua escola de redação do colegial disponibilizar as redações dos alunos on-line, isso também poderá ser encontrado (meu caso, por exemplo), entre tantas outras coisas, como processos jurídicos e suas resoluções, seu endereço e seus números antigos de celular.

A afinidade de estilo de vida é um ponto levado em consideração por alguns gestores, na hora da contratação. Já vi um Diretor maratonista que escolheu, entre os candidatos que apresentavam as habilidades técnicas esperadas, o que praticava esportes de alta performance. Vale a pena mencionar algumas selecionadas informações sobre sua vida pessoal, dentro de um limite.

  • Mencionar que tem um cachorro pode chamar atenção de empresas do segmento veterinário (que continuam crescendo muito, por sinal);
  • Listar suas atividades físicas pode ajudar no momento inicial de uma conversa (quebra gelo) ou pode ser a desculpa perfeita para alguém entrar em contato com você (sabemos que nem sempre é fácil fazer a primeira aproximação de quem não conhecemos);
  • Se você diz que gosta de viajar aos finais de semana, você pode ser convidado para ser um cliente oculto de uma rede de hotéis.

O IMPORTANTE é abrir a cabeça para as possibilidades e as portas para as oportunidades. Há limites e nossa consciência sabe quais são, mas posso pontuar alguns: não precisa falar de partidarismo político, time de futebol e religião (este trio mais fecha portas do que abre); que você mora em uma casa em condomínio de luxo ou marca de carro (a não ser que seja colecionador, mas cuidado para não chamar atenção com tais informações), etc.


Como prometido no último post da série (INSISTO: leia novamente o post #5 porque ele contém informações valiosas para o Seu Resumo), compartilho com você uma opção Resumo para servir de exemplo para o seu. Antes disso, como cheguei a este resultado? Seguindo o passo a passo do post #5

  • Qual é o meu público?
    • Novos clientes e parceiros.
  • O que eu quero que eles façam assim que entrarem em meu perfil?
    • Me adicionem e entrem em contato comigo.
  • O que eu quero que eles sintam quando lerem meu perfil?
    • Gostei, realmente diferenciada; Preciso de gente assim em meus projetos; Ela me deu, pelo menos, uma nova idéia.

Em seguida, listei:

  • Minhas realizações mais importantes;
  • Meus “super-poderes”;
  • O que eu faço melhor que os outros.

Por fim:

  • Escolhi as melhores frases para atingir meu objetivo (contido nas três primeiras respostas acima);
  • Escrevi-as novamente, da maneira mais breve e impactante possível;
  • Resolvi compartilhar publicamente qual meu foco para este ano (facilita negócios);
  • Deixei claro sobre quais temas eu facilmente posso palestrar (você sabia que poderia me contratar para uma palestra? Agora sabe);
  • Convidei (com o uso do imperativo: Conheça) para conhecer meu Blog;
  • Adicionei informações sobre minha vida pessoal (as que considero adequadas);
  • Coloquei uma chamada para Ação explicitando meu e-mail, que é por onde quero receber contatos. (Tem alguém querendo fazer negócios com você… não deixe esse alguém ficar procurando por seus contatos: facilite).

Super dica: Diga o que você pode fazer, sem ficar se elogiando. (Dan Sherman)

 Resultado:

Ousada. Corajosa. Determinada. Criativa.


★★★ Atualiação ★★★

Hoje uso um outro Resumo, pois desde que escrevi esse post minha estratégia pessoal mudou e precisei acrescentar outros destaques em meu perfil. Veja como ficou e aproveite para ter mais uma ideia sobre um modelo de Resumo no LinkedIn.


Agradeço muito a participação de todos vocês até aqui e espero estar contribuindo para mudanças positivas em sua maneira de enxergar seu perfil no LinkedIn como a poderosa ferramenta de marketing que é. Para finalizar, compartilho com vocês uma entrevista do Dan Sherman, escritor do livro ” Obtendo o máximo do LinkedIn”, que, entre outros, tanto me inspirou para escrever essa série:

Perfil no LinkedIn é como publicidade, diz guru da rede. – Exame.com

E você, já refez o seu Resumo?

Boa semana a todos.

Camila Donati 

5 respostas em “Turbinando seu perfil no LinkedIn #6: Dando poder ao seu Resumo

  1. Pingback: Turbinando seu perfil no LinkedIn #7: Conte sua história | heads | blog

  2. Pingback: Turbinando seu perfil no LinkedIn #8: Otimizando todas as seções. | heads | blog

  3. Pingback: Turbinando seu perfil no LinkedIn #9: Dicas para receber Recomendações no Linkedin | heads | blog

  4. Pingback: Acerte na forma de comunicar que está buscando recolocação 2 (Atualizado) | heads | blog

  5. Pingback: Turbinando seu perfil no LinkedIn #9: Dicas para receber Recomendações no Linkedin |

Participe dessa discussão conosco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s