Heads | Resultado da Pesquisa: Atratividade do Interior de São Paulo

Caros leitores deste Blog,

Em 2014 realizamos uma ampla pesquisa sobre a Atratividade do Interior de São Paulo através do LinkedIn, com 1.125 executivos que residem atualmente em São Paulo (Capital), em outros Estados ou em outros países.

A pesquisa foi amplamente divulgada por veículos regionais e nacionais. Confira os principais resultados.

A intenção:

1- Buscar informações concretas para poder ajudar nossos clientes, em sua maioria com operações em cidades do Interior de São Paulo, a entenderem quais as bases de atratividade da região para melhor formularem as propostas de emprego para os executivos que moram em outras regiões.

2- Estas informações também podem ser muito úteis para empresas que estão pensando em ter operações no Interior. Neste momento elas precisam avaliar se terão mão-de-obra disponível ou disposta – de forma prioritária – uma vez que os benefícios logísticos e fiscais são mais aparentes e concretos, mas não bastam, é preciso ter bons funcionários.

3- Além disso, estamos há muitos anos entrevistando executivos e percebíamos que muitos profissionais sinalizavam ter disponibilidade para mudanças de cidade e que não havia grandes objeções às cidades do interior, pelo contrário, acumulavam-se os elogios. Nesse sentido, quisemos mensurar quão atrativa era realmente a região e por quê.

Vamos aos dados. Quem respondeu ao questionário:

Idade Residencia TempodeCarreira

As idas e vindas entre o Interior de São Paulo (SPI) e São Paulo Capital (SP).

#OrigemDestinoIsso significa que a maioria das mudanças de cidade foram saídas da capital de SP para diversos destinos. Ao mesmo tempo, o Interior do estado recebeu a maioria desses profissionais, ficando em primeiro lugar como destino mais escolhido.

A Evolução das mudanças

As origens e destinos das mudanças sofrem alterações significativas de acordo com o tempo de carreira dos profissionais. Nesta pesquisa conseguimos mapear as mudanças dos profissionais por décadas de carreira. Vejamos:

#EvolucaoMudancas cópia 2

A pesquisa confirma o que é comum encontrarmos no dia a dia: jovens em busca de experiência na terra das oportunidades, a Capital de São Paulo, ao revelar que 47% destes jovens com até 10 anos de carreira – que já realizaram mudanças de cidade por motivos profissionais – saíram do Interior para a Capital, enquanto apenas 27% fez o caminho inverso.

Porém, entre os que têm mais de 20 anos de carreira, essa proporção se inverte e nós encontramos, em primeiro lugar, o caminho saindo da Capital para o Interior (SP –> SPI), com o equivalente a 44% do total de mudanças realizadas por estes profissionais. O caminho inverso foi realizado por apenas 22% deles.

A grande virada do fluxo de movimentações ocorre entre os 10 e 20 anos de carreira  destes profissionais, o que nos leva a concluir que conforme a carreira amadurece, o Interior (ou outros destinos fora da Capital) torna-se mais interessante.

Comentário final: Trazendo estes dados para mais próximo a nossa realidade, não é incomum encontrarmos casos de pessoas que buscaram a Capital para acumular dinheiro no início da carreira e depois de certo tempo buscaram o Interior para criar seus filhos e família. Também é verdade que na Capital encontramos mais “agito” e vida noturna para os jovens, que inclusive têm mais saúde para enfrentar a vida agitada, também durante o dia, da maior cidade do país. Entretanto, quando as pessoas buscam qualidade de vida, tranquilidade e segurança, as opções de cidades interioranas têm atendido bem a suas expectativas. Vejamos abaixo.


O Interior de São Paulo é atrativo para viver, trabalhar e estudar, constatou a pesquisa.

Esta pesquisa avaliou o conjunto de quesitos viver, trabalhar e estudar. A região do Interior de São Paulo foi bem avaliada em todos, mas se destacou no primeiro, VIVER, com 80% dos votos muito positivos. Confira:

#ViverTrabalharEstudar

O interessante desse resultado é que foram pouquíssimos os que avaliaram o Interior como pouco atrativo nos três quesitos, inclusive no que se refere a oferta de estudo na região, que teve números próximos entre médio e muito atrativo.

Ainda sobre o quesito ESTUDAR, acho que essa pesquisa mostra um excelente oportunidade de negócio na região: Educação. Não existem muitas opções bem referenciadas de pós-graduação em “Negócios” no Interior, mesmo que algumas instituições renomadas tenham feito parcerias para disponibilizar seus serviços, como é o caso do IBMEC, FGV-Rio, entre outros. Não sei bem diagnosticar o problema (não é minha área), mas é certo que há espaço para melhorias. O mais comum é vermos profissionais buscando tais cursos em São Paulo, principalmente os que moram a um raio de até 150km da Capital, aceitando um deslocamento semanal.

No quesito TRABALHAR, veremos adiante que enquanto 55% dos entrevistados responderam que consideram o salário inferior nas cidades do Interior, apenas 10% (como mostra o quadro acima) consideram o Interior de São Paulo pouco atrativo para trabalhar. Ou seja, o quesito salário não é avaliado de forma isolada na hora de tomar uma decisão.

O quesito VIVER dispensa comentários pela expressiva porcentagem de aprovação. Ressalto ainda que entre os que já viveram no Interior, 91% consideram a região muito atrativa para VIVER.  Acompanhe agora os possíveis motivos para tanto.

A pergunta para esta questão foi: Como você avalia as cidades do Interior de São Paulo em relação a região onde você mora atualmente?

#Quesitos-2

Agora veja este MESMO gráfico somente sob a ótica de quem está morando em São Paulo atualmente: 

#QuesitosSP

As flechas verdes representam mudanças POSITIVAS para o Interior de São Paulo, enquanto as amarelas representam mudanças NEGATIVAS.

Percebemos nitidamente que os que moram em São Paulo atualmente são mais PESSIMISTAS em relação aos salários (55% -> 72%) e às oportunidades de desenvolvimento de carreira (37% -> 46%) no Interior de São Paulo.

Por outro lado, são mais OTIMISTAS em relação à qualidade de vida (73% -> 91%) e à segurança (61% -> 75%) nas cidades do Interior. Quase 100% dos entrevistados consideram tais quesitos como iguais ou superiores à Capital.

Sobre desenvolvimento econômico e infra-estrutura, a grande maioria continua a considerar igual à Capital, porém há uma porcentagem maior que considera ambos os quesitos como inferiores no interior.

As opções de lazer continuaram a ser consideradas pela maioria como Inferior à Capital, porém houve aumento dessa avaliação negativa, de 37% para 45%. Por fim, o quesito relações interpessoais se manteve estável.

Deslocamento para chegar ao trabalho

Aproveitamos a pesquisa para também mensurar se o Home Office hoje é um tendência concreta ou se são casos isolados. Além disso, quisemos saber quantas pessoas se dispõem a percorrer grandes distâncias todos os dias para trabalhar. Veja o que descobrimos:

#Deslocamento

Como podemos ver ao lado, 42% dos profissionais que responderam ao questionário trabalha e mora na mesma cidade, enquanto 54% se desloca diariamente e 4% trabalha em Home Office. Entre os que se deslocam diariamente para trabalhar, a maioria percorre até 50 km (28%), mas uma expressiva parcela dos profissionais percorre distâncias maiores: 15% entre 50 e 100km e 11% percorre mais de 100 km para chegar a empresa.

Por fim, fizemos um Ranking sobre as Macrorregiões mais bem avaliadas do Interior de São Paulo. Confira:

#Ranking

O portal Exame.com tratou das mudanças desse Ranking de acordo com a idade dos executivos. Os mais jovens avaliam melhor a cidade de Ribeirão Preto, enquanto os mais experiente avaliam melhor São José dos Campos.



Gostaríamos de aproveitar o espaço para AGRADECER a todos que participaram dessa pesquisa e dedicaram alguns minutos preciosos para responder ao questionário, que não era extenso, mas demandava atenção.

Esperamos contar com vocês nas próximas pesquisas, pois dado o sucesso desta, pretendemos continuar a buscar mais informações que podem ser úteis para nossos clientes, para nossos candidatos, para a sociedade ao nosso redor, enfim, para uma infinidade de stakeholders.

Fernando Paiva & Camila Donati

Sócios-diretores da Heads | Soluções em Recrutamento



Como dito no início do post, essa pesquisa foi amplamente divulgada por veículos locais, regionais e nacionais. Confira as diversas interpretações dessa rica pesquisa:

Assessoria de Imprensa: Julia Teixeira Consultoria de Comunicação

logo-exame

logo_BomDiaBrasil

Metro_Campinas

logo_JRJundiai

logos_tododialogo_MSN-Dinheirologotipo-gestaoerhlogo_BandCidade

Participe dessa discussão conosco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s