Qual é o segredo do LinkedIn?

Acredito que muitos de vocês tenham assistido a matéria do Quadro Sua Chance (Bom dia Cidade – EPTV) da última segunda-feira, que falava sobre os melhores horários para interagir nas diferentes redes sociais e sobre outros assuntos relacionados. Quem não assistiu, vale a pena! (Vídeo).

É importante estar atento aos detalhes na hora de usar as redes sociais, pois o que funciona bem para uma, pode não ser a melhor estratégia para usar na outra. Como visto no vídeo, os horários de pico de usuários on-line são diferentes, o que já nos ajuda a direcionar melhor os esforços. Mas, antes de mais nada, defina SEU OBJETIVO. Falando especificamente sobre o LinkedIn, ele pode ser visto como ferramenta estratégica para duas situações principais: Fazer negócios e procurar emprego. 

headhunterSobre os horários, meu único comentário seria: os headhunters ficam on-line 24h por dia, principalmente durante o horário de trabalho, diferente dos profissionais de outros segmentos. Não é por isso que você vai se descuidar e publicar coisas interessantes a qualquer momento. É importante, sim, gerar conteúdo interessante nos horários de pico para que este conteúdo seja comentado, e ganhe alcance de outras pessoas.

Você sabia? Toda vez que alguém clica em “gostei” no que você compartilhou, toda a rede daquela pessoa tem acesso a sua publicação, mesmo que não estejam em suas conexões.

Eficiência é palavra de ordem hoje em dia e deve ser buscada também na divulgação do seu perfil profissional on-line. A chave para o sucesso do seu perfil no LinkedIn é a interação. Não basta criar o perfil, se você nunca mais utilizar a plataforma. É preciso ser visto e lembrado. O LinkedIn não é a versão ONLINE do seu currículo. Por quê?

Você precisa chamar a atenção! Como?

  • Seja encontrado: utilize palavras-chaves.

Talvez você não saiba, mas é possível realizar pesquisas no LinkedIn através de termos específicos. Então certifique-se de que usou as palavras-chaves na hora de escrever sobre suas experiências. Por exemplo, para a vaga de Accounting Manager que estamos trabalhando hoje buscaríamos palavras como: CRC, Ciências contábeis, IFRS, Centro de serviços compartilhados (CSC), entre outros. Olhe novamente para o seu descritivo das experiências profissionais e tenha certeza de que utilizou as melhores palavras-chave. Obs.: Se era comum chamar o IFRS de “normas gringas” na sua antiga empresa, este não será o melhor termo a ser utilizado aqui.

DICA: Leiam anúncios de vagas que o interessam para ver quais são as palavras-chaves contidas neles.

  • Desperte o interesse: Seja objetivo e claro na descrição dos seus cargos, fale sobre projetos e seus resultados.

Como já mencionado aqui no Blog em “Dicas para se preparar para uma entrevista eficiente“, descrever experiências passadas durante uma entrevista pode ser uma excelente estratégia para que o recrutador perceba suas competências. Da mesma forma, no seu perfil do LinkedIn, projetos de sucesso bem descritos podem chamar bastante atenção. Controllers têm descrições de cargos semelhantes, então evite estar dentro deste senso comum e se destaque na multidão de Controllers evidenciando seus projetos e conquistas no cargo, além de uma breve descrição com palavras-chaves para ser encontrado.

  • Transmita credibilidade: esteja abastecido com boas recomendações.

Não é incômodo pedir recomendação a pessoas que trabalharam ou trabalham comexecutivoscomp você. O importante é ter uma boa variedade de recomendações, de superiores, pares, subordinados, clientes e fornecedores, de acordo com sua intenção. Pessoas da equipe podem depor a respeito de sua habilidades de relacionamento interpessoal, clientes podem recomendar sua competência na função, e assim por diante.

 

  • Esteja disponível: celulares e e-mails atualizados.

arrobaImportante! Se estiver procurando emprego deixe seu e-mail pessoal no LinkedIn. Além disso, uma vez exposto na rede, é preciso responder aos que entrarem em contato com você, por isso configure seus alertas para recebe-los da forma mais conveniente e não esquecer de nenhum. Não se esqueça que as pessoas estão formando opiniões sobre você a todo momento, por isso você não pode ser acessível somente quando for do seu interesse.

  • Aumente sua base de contatos. Seja visto por todos os headhunters!

Você nunca sabe quem estará trabalhando a oportunidade certa pra você. Headhunters aceitam todos os novos contatos porque vivem de networking. Com isso, você multiplica rapidamente sua base, pois passa a ter acesso como segunda conexão a todos os contatos do headhunter. Dentro da sua estratégia de buscar emprego também deve estar adicionar os responsáveis por Recrutamento e Seleção das empresas nas quais você tem interesse em trabalhar.

 Conteúdo

O grande cuidado que se deve tomar no LinkedIn é que todas as sua interações são registradas: suas publicações, seus comentários nas publicações dos outros, todas as utilizações da opção “Gostei”, assim como em outras redes. Estes conteúdos com os quais você interagiu estarão relacionados a seu nome a partir daquele momento. É possível alterar essa configuração em “Configurações de Privacidade -> Revisar -> Controle de Privacidade -> Ativar/Desativar divulgação de atividades e status”.

O que compartilhar? Se você não trabalha em uma agência de turismo, não compartilhe fotos de viagens. Não compartilhe conquistas na sua vida pessoal, como a compra do primeiro apartamento, ou o nascimento do primeiro filho. Para isso existem outras redes sociais.

Como definir o conteúdo? Primeiro defina seu público-alvo.

headhunter

  • Se você esta querendo fazer negócios, quem são seus clientes?
  • Se você quer um emprego, quais são os grupos de networking especializados, os headhunters ou as empresas que você quer atingir? Faça parte dos grupos, conecte-se aos headhunters e aos profissionais de recrutamento das empresas, além de seguir estas empresas.

Dicas:

  1. Compartilhe notícias importantes para seu setor, seu segmento, notícias sobre economia, sobre negócios, enfim: O que os profissionais da minha rede gostariam de saber?
  2. Interaja com seu público através das opções: Gostei, Comentar e Compartilhar, mas cuidado com a bajulação, pois ela pode ser percebida por todos.
  3. Faça comentários pertinentes em publicações, pois suas posturas serão avaliadas.
  4. Evite comentar sobre política, futebol e religião, pois isso te aproximará de poucos e te afastará de muitos. Além de ser um assunto pessoal, mais adequado com outras redes sociais.

 Conclusão

headhunterDito tudo isso, a grande diferença entre o Currículo Padrão e seu perfil no LinkedIn deve ter ficado mais claro: O LinkedIn diz muito mais sobre você, mostra suas opiniões, reações, posturas, inclinações. Mostra mais sobre o que você pensa e acredita, entrando mais em questões comportamentais do que um documento estático chamado currículo.

E você, tem algo mais a dizer sobre o assunto? Gostaria de contribuir com mais idéias? Ainda tem dúvidas? Entre em contato comigo através do email camila.donati@headsrh.com.br.

Grande abraço e boa semana a todos!

Camila Donati

4 respostas em “Qual é o segredo do LinkedIn?

  1. Pingback: Como lidar com o preconceito corporativo? | heads | blog

  2. Pingback: Acerte na forma de comunicar que está “Buscando Recolocação” no LinkedIn | heads | blog

  3. Pingback: Turbinando seu perfil no LinkedIn #1: Ele é mundial | heads | blog

  4. Pingback: Turbinando seu perfil no LinkedIn #5: Aperto de mão virtual (Seu resumo) | heads | blog

Participe dessa discussão conosco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s