Dicas para ser notado por um headhunter

Boa tarde a todos.

Do meu ponto de vista, vejo algumas consultorias tentando criar estratégias para se diferenciar no mercado de Recrutamento e conseguir se destacar em meio as centenas de concorrentes. Porém, mais delicado ainda é conseguir se destacar enquanto candidato aos olhos de um headhunter, por isso pretendo discorrer neste post sobre estratégias para ser notado.

headhunterAntes de mais nada, o que não funciona? Bom, vale dizer que um headhunter analisa/lê, em média, de 100 a 200 currículos por dia. Esse número pode variar bastante dependendo do número de projetos em andamento e da fase em que esses projetos se encontram. Bom, de qualquer forma, é muito cansativo e exige muita concentração.

Chamar a atenção não significa grifar as informações que você acredita serem as mais importantes, ou usar cores diferentes nos títulos ou, ainda, usar cabeçalhos, fontes, tamanhos de letras diferentes do padrão. Pelo contrário, quanto mais básico for o Currículo, melhor é para  identificarmos as informações que buscamos. Veja nosso modelo de CV.

Além disso, tente ao máximo fugir dos caminhos comuns. Não quer dizer que não sejam eficientes, mas é possível fazer melhor.  Vocês provavelmente não sabem quais são os caminhos comuns, certo? Então eu explico:

  1. Email padrão: Escrever um email padrão e enviar para todas as consultorias que aparecem quando você digita “Consultoria de Recrutamento e Seleção” no Google, pensando que quanto mais currículos você enviar, melhor.
  2. Email sem nome do destinatário: Pode sinalizar que você não tem foco e, por isso, não se preocupou em personalizar a mensagem. Com certeza chamará muito menos atenção do que aqueles que começam saudando o nome do headhunter. Não desperdice a oportunidade de criar um laço com seu interlocutor.
  3. Texto enorme mais currículo: Se você está enviado seu CV em anexo, não precisa descrever em detalhes toda sua trajetória, muito menos entrar em questões comportamentais sobre como você se relaciona com a equipe ou em questões pessoais sobre o que você faz quando tem tempo livre. Foco: profissional.
  4. Candidatura para vagas sem perfil: Não se candidate para vagas fora de seu perfil, pois isso mostra que você não prestou atenção no anúncio da vaga. Se você é da área de Marketing, provavelmente as posições de liderança da área de Finanças não são pra você, mesmo que você tenha muito interesse em migrar para esta área (neste caso, vale um email pessoal para o headhunter).
  5. headhunterCandidatar-se pelo site e não enviar um email personalizado: Não deixe de ser notado em meio a centenas de candidaturas. Vale a pena enviar um email, após se candidatar, avisando que se candidatou e explicando os motivos que o levaram a se interessar pela vaga. Em outras palavras, defenda sua candidatura, mas seja breve.
  6. Textos emotivos pedindo ajuda: Muitos profissionais que estão desempregados passam por momentos difíceis em suas vidas e escrever um texto contando sua história pessoal não te ajudará ou te dará prioridade em nenhum processo. Não significa que não nos importamos, mas infelizmente cabe a um headhunter apenas fazer um trabalho profissional e isento para quem o contratou e encontrar o melhor candidato para a posição. Tire a mesma lição dessa situação e esteja focado em sua carreira.

Vai entrar em contato com um headhunter? Leia antes.

Como se diferenciar? Crie uma estratégia de busca de empregos.

alfinete

Cada consultoria se divide internamente de um jeito diferente. Os mais comuns são por áreas de negócios como Vendas, Marketing, Finanças, RH, Engenharia, etc., e por segmento de mercado: como varejo, indústria, agronegócio, enfim. Além disso, atuam em níveis hierárquicos bem segmentados tais como Estágio, Trainee, Staffing, Média Gerência, Alta Gerência, Diretoria e Alta Diretoria. E por fim, atuam em regiões diferentes do país. Logo, vamos as dicas:

  1. Busque consultorias que atendam sua área de negócio, segmento de mercado, nível hierárquico e região: das centenas de opções de consultorias, você irá perceber que sobrarão poucas que te atendem. Dessa forma, você fará um esforço menor e atingirá um resultado melhor. Nessa pesquisa você ainda pode descobrir consultorias que ainda não conhecia. Geralmente essas informações estão contidas nos sites das consultorias.
  2. Sempre envie um email se apresentando, mesmo depois de se candidatar pelo site: Seja notado! Em um parágrafo você consegue se apresentar. O que você precisa fazer é apenas chamar a atenção do headhunter para os principais pontos (área de atuação, objetivo profissional, tempo de experiência, lista de empresas nas quais trabalhou, nível de inglês e disponibilidade para mudanças, mencionando sua atual localização). Use seu poder de síntese e tente escrever tudo isso em um único parágrafo.
  3. Candidate-se apenas para vagas que atendam a seu perfil: Pode parecer estranho, mas esse é sim um diferencial, pois é pouco praticado apesar de óbvio.  Se você se candidatou para uma vaga específica, deve preencher os requisitos mencionados no anúncio. Para se apresentar para futuras oportunidades, envie um email ou candidate-se no site da consultoria. Aproveite para saber quais vagas estamos trabalhando agora!

Se o seu mercado não estiver relacionado com comunicação, inovação, mídias, entre outros, não invente demais. Currículos em apresentação de slides, em formato de vídeo, com figuras e imagens, podem ser facilmente ignorados por demandarem tempo disponível do headhunter para acessar o documento.

Para finalizar nosso assunto de hoje, segue um exemplo de um texto direto de apresentação:

Cara Camila,

Conheci a heads através de um anúncio no LinkedIn e gostaria de me colocar a disposição para oportunidades na área de Recursos Humanos. 

Há 10 anos trabalho em multinacionais européias como X, Y e Z, nas áreas de Recrutamento e Seleção, Treinamento e Desenvolvimento e, há 4 anos, exerço a função de Gerente de Recursos Humanos na Z. Meu objetivo profissional é continuar desenvolvendo minha carreira como Gerente de RH em grandes empresas, mas também avalio oportunidades maiores em empresas menores.

Moro em Campinas e avalio oportunidades em um raio de 50 km, pois não tenho disponibilidade de mudanças. Obs.: Meu inglês é fluente (uso diário na atual função).

Estou a disposição.

Abraços

Espero ter esclarecido quais os melhores caminhos para se destacar diante de um headhunter, mas com certeza vocês identificam outros que podem completar este post. Fiquem a vontade para compartilharem essas idéias comigo ou enviar novas dúvidas, e eu escreverei contemplando suas questões. Meu email é camila.donati@headsrh.com.br.

Bom final de semana.

Camila Donati

3 respostas em “Dicas para ser notado por um headhunter

  1. Pingback: Tendência: A entrevista por Skype | heads | blog

  2. Pingback: Carreira: Empresas que formam & Empresas que querem formação | heads | blog

  3. Pingback: Dicas para se preparar para uma entrevista eficiente | heads | blog

Participe dessa discussão conosco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s