#1 Profissão headhunter – Bons modos

Existem alguns enigmas, mitos e verdades que envolvem a relação dos profissionais do mercado com os headhunters. A categoria “Profissão headhunter” deste blog pretende ajudar a desvendar alguns mistérios e esclarecer “bons modos” para esta relação. Se você tem alguma pergunta sobre como lidar em situações específicas com headhunters, envie sua dúvida para camila.donati@headsrh.com.br que eu terei prazer em responder nos próximos posts.

Compreendendo melhor a profissão headhunter:

headhunterEm primeiro lugar, de forma bastante didática, um headhunter é responsável por promover o encontro entre a empresa interessada em contratar e o candidato interessado na oportunidade oferecida. Um headhunter presta serviços para as empresas, buscando os melhores e mais aderentes profissionais para suas estratégias empresariais, enquanto as consultorias de outplacement ou recolocação prestam serviços para os candidatos, ajudando-os a estruturar seu plano de marketing pessoal e sua estratégia de carreira.

As empresas contratam headhunters por diversos motivos (veja exemplos), mas hoje vamos tratar de uma situação específica:

Substituição de profissionais

Principalmente pela conjuntura econômica de momento pós-crise mundial e atual recuperação econômica de segmentos e países, a produtividade vem sendo reavaliada internamente pelas companhias, sejam elas nacionais ou multinacionais. Nestas reavaliações, ferramentas e equipes são pesadas e medidas para tentarem chegar a um melhor resultado. A solução encontrada pode ser investir em novos equipamentos para otimizar a produção, mas também pode ser reestruturar o time para “oxigenar” a estrutura com novas ideias ou substituir profissionais com baixa performance, por exemplo.

headhunter

Nestas horas, para as empresas, os headhunters são verdadeiros agregadores de valor, pois estão em contato com os profissionais do mercado e conseguem avaliar, de forma isenta, as competências dos times internos, comparando-as com as de outros profissionais do mesmo nível de experiência.

E, se existe alguém querendo contratar, existe oportunidade para quem está no mercado buscando emprego ou para quem quer se movimentar na carreira, mesmo que esteja empregado. Do ponto de vista dos candidatos, o networking com os headhunters deve estar sempre aquecido. Não com qualquer um, mas com os de sua confiança, pois a discrição de um headhunter é qualidade fundamental.

E então, o headhunter entrou em contato com você querendo conversar sobre uma oportunidade de trabalho:

  • Não feche a porta quando isso acontecer. Estatisticamente, 97% dos profissionais estão interessados em pelo menos ouvir qual é a proposta e depois decidem se querem participar do processo ou não.
  • Se não estiver interessado, headhunters sempre estão abertos para receber indicações, especialmente porque indicamos as pessoas em quem confiamos e de quem conhecemos o trabalho, uma vez que o nome de quem indicou fica atrelado a indicação. Ajudar um headhunter sem esperar nada em troca é uma forma de criar um bom relacionamento.
  • Ainda se não estiver interessado, não dê continuidade no processo. Ser transparente é sempre a melhor escolha. Quando você aceita participar, o headhunter, que por sua vez tem um compromisso com a empresa contratante, se compromete com sua participação. Isso não significa que você não possa mudar de ideia a qualquer momento, sim, você pode, afinal estamos falando de sua carreira, mas a desistência deve ser bem fundamentada. E não é disso que estamos falando, e sim de participações mentirosas.

Dois motivos errados para participar de um processo:

  • Negociar aumento com a atual empregadora. Ou seja, fingir ter interesse até o final do processo, quando receberá uma proposta formal com informações de remuneração e usar este documento como barganha para uma negociação salarial com a atual empresa. Em primeiro lugar, nenhuma das empresas envolvidas nesta situação nem o headhunter apoiarão esta atitude. Todos sairão perdendo, inclusive o candidato. É comum empresas negociarem um aumento salarial para manter o empregado em questão enquanto procuram alguém para substituí-lo pois a confiança da relação foi quebrada.
  • Ter interesse em se apresentar a empresa contratante, mas não para a oportunidade em questão. Nesta situação, o primeiro a se prejudicar é o headhunter responsável, pois se você chegou em uma entrevista com o requisitante da vaga é porque o headhunter defendeu sua participação e interesse, e os requisitantes acreditaram e te deram uma chance. Você pode não perceber, mas está fazendo a empresa contratante perder tempo, pois a prioridade deles é  finalizar uma substituição e não conhecer potenciais candidatos para outras posições. Nesses casos, o segundo a se prejudicar é você, o candidato.

Detalhes de uma posição de substituição:

  • Os candidatos geralmente não podem saber o nome da empresa até fase avançada do processo. Podem acontecer entrevistas pessoais com os gestores da companhia sem que se apresentem formalmente para que a identidade da empresa não seja revelada. Vale a pena estar envolvido nesse processo com um headhunter de sua confiança.
  • As substituições por baixa performance costumam ser urgentes, uma vez que a cada dia que o profissional deixa de entregar o resultado esperado pela estrutura, isso representa custo para a empresa.

Até o próximo post. Enquanto isso, aguardo suas dúvidas por email.

Abraços,

Camila Donati

3 respostas em “#1 Profissão headhunter – Bons modos

  1. Pingback: #2 Profissão headhunter – aderência | heads | blog

  2. Pingback: Dicas para ser notado por um headhunter | heads | blog

  3. Pingback: Tendência: A entrevista por Skype | heads | blog

Participe dessa discussão conosco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s